Ordo Fratrum Minorum Capuccinorum

Log in
updated 10:49 AM UTC, Aug 10, 2022

Fraternidades de São Lourenço na Amazônia

Fraternidades internacionais de São Lourenço na Amazônia

O dia 2 de fevereiro de 2022, dia da vida consagrada, foi memorável para a Ordem dos Capuchinhos. Foram inauguradas duas fraternidades de São Lourenço na tríplice fronteira entre Peru-Colômbia-Brasil, coração da Amazônia. Foram as primeiras fraternidades de São Lourenço fora da Europa, e são uma resposta à solicitação do atual Governo Geral na Carta programática do Sexênio.

Estas novas fraternidades são herdeiras de duas belíssimas tradições missionárias centenárias: Leticia e toda esta zona colombiana foram evangelizadas e estruturadas pelos capuchinhos catalães (Espanha); e Benjamin Constant, com toda aquela zona brasileira, pelos capuchinhos umbros (Itália). Leticia e Benjamin se distanciam a apenas 20 minutos de barco, porém o contato entre as duas presenças capuchinhas até o momento era apenas ocasional e, nas últimas décadas, o número de frades presentes se reduzia constantemente.

Embora a pandemia tenha dificultado os preparativos, com a bênção de Deus, a determinação da Cúria Geral, particularmente os Conselheiros das Américas, o esforço da comissão preparatória, a abertura e o esmero do Provincial do Peru, do Provincial da Colômbia e do Custódio do Amazonas e Roraima (Brasil), e, além do mais, a colaboração das outras três circunscrições das Américas, foi possível constituir duas belas fraternidades com cinco frades cada uma, levando a esta região dez frades bem dispostos em viver o carisma capuchinho na missão.

Na fraternidade de Leticia (Colômbia, onde se fala espanhol), encontram-se: Fr. Lázaro Souza (38, Ceará – Brasil), Fr. David Pacheco (49, Peru), Fr. Félix Bohórquez (62, Colômbia), Fr. Kellycio Medeiros (44, Mato Grosso – Brasil) e Fr. Adán Gómez (39, Norte do México). Na fraternidade de Benjamin Constant (Brasil, onde fala português), ecnontram-se: Fr. Aceme Moraes (42, Amazonas – Brasil), Fr. Marcos Venícius da Silva (37, Amazonas – Brasil), Fr. Manuel Vargas (49, Colômbia); Fr. Celso Caldas de Souza (64, Amazonas – Brasil) e Fr. Hector Bueno (43, Peru). Todos estes frades assumiram o empenho de aprender a outra língua. Todos dverão ser ao menos bilíngues.

Nas celebrações de inauguração, realizadas de manhã em Leticia e à noite em Benjamin Constant, estavam presentes os Conselheiros Gerais Fr. Celestino Arias e Fr. Silvio de Almeida, os Superiores maiores de todas as circunscrições envolvidas: Fr. Alirio Rojas (Provincial da Colômbia); Fr. Piero Velez (Provincial do Peru); Fr. Mário Ivon Ribeiro (Custódio do Amazonas e Roraima, Brasil); Fr. Roberildo Souza Araújo (Provincial do Ceará-Piauí, Brasil); Fr. Israel Maldonado (Custódio do Norte do México) e Fr. Gilberto Bedin (Custódio do Brasil Oeste), e outros irmãos, sacerdotes, religiosos e religiosas e alguns leigos. As celebrações foram simples, mas ricas de elementos espirituais e simbólicos que ajudaram a viver a transcendência do evento, como a imposição da cruz missionária, a entrega de um elemento indígena e o sinal do Tau na fronte. As cerimônias culminaram com a escuta da gravação da bênção do Ministro Geral Fr. Roberto Genuin nas respectivas línguas.

O Secretariado Geral das Missões acompanhou todo o processo de elaboração do projeto, como a seleção dos candidatos, e, nos primeiros dias, realizou uma semana de formação conjunta com todos os membros das duas fraternidades e acompanhou o primeiro capítulo local de ambas.

Agora iniciamos os verdadeiros desafios: fazer com que estes frades, tão diferentes, possam viver os nossos valores da fraternidade, da minoridade, uma vida intensa de oração, especialmente contemplativa, com uma generosa vida apostólica missionária, e encontrar o modo de sustentar estas fraternidades em suas atividades missionárias e formativas, com a colaboração de todas as circunscrições das Américas.

Durante este ano de 2022, será necessário programar, com a ajuda dos secretariados gerais, o curso de formação missionária (teórico e prático), a ser oferecido a partir de 2023 aos pós-noviços de todas as Américas e demais frades que o desejarem.

Ainda uma vez, experimentamos que a colaboração entre as circunscrições é o melhor caminho para conseguir responder, de modo significativo, às urgências e necessidades do mundo de hoje. Rezemos para que estas fraternidades possam ajudar a reacender o nosso carisma e o nosso espírito missionário.

Galeria de fotos - https://flic.kr/s/aHBqjzDy5P

Última modificação em Terça, 08 Março 2022 10:56