Ordo Fratrum Minorum Capuccinorum 2

Log in
updated 8:43 AM UTC, Dec 7, 2022

Mensagem de Páscoa do Ministro Geral 2022

Paz e Bem irmãos!

Transmitimos-vos a mensagem de Páscoa do Ministro geral. Vivamos a Semana Santa e a Páscoa meditando a misericórdia de Deus e o mistério do Cristo crucificado e ressuscitado. 

Feliz Páscoa

 

 

Votos de Páscoa do Ministro Geral

Paz e bem Irmãos! 

Encontramo-nos mais uma vez na iminência da Páscoa, mistério da paixão, morte e ressurreição de nosso Senhor. Neste período penso que o mundo inteiro está assim, como que surpreso, impressionado com o que acontece na terra da Ucrânia: nos perguntamos como isso é possível uma coisa dessa natureza, quão cruel é o coração dos homens quando chega a não considerar mais o homem . Quão ruins podemos ser - mas próprio ruins. A iniquidade do mal, o que produz? Mal contra o homem. Eu penso que também o mal cultivado dentro de nós é sempre contra o homem. E quando estamos muito focados em nós mesmos, não vamos a lugar nenhum; é um grande mal que existe hoje no mundo, mas talvez também entre nós, há essa atenção formidável a nós mesmos e avaliar tudo a partir do nosso ponto de vista com critérios bastante triviais para dizer o que é bom para mim e o que não é. Precisamente neste processo de aproximação da Páscoa o nosso olhar volta-se para Nosso Senhor Jesus Cristo, sobre a cruz.

É tudo um jeito diferente de apresentar-se: é um jeito que não olha para si mesmo, mas tudo que faz é pela nossa salvação, por nós, pelos outros de si, da parte do Filho de Deus, para que seu povo tenha vitória sobre o mal e a morte, tenha esperança de participar da vida eterna em Deus. Penso em quantos frades, penso com um certo orgulho e também com uma certa inveja de quantos frades estão empenhados no terreno para ajudar às populações que têm que fugir da Ucrânia sem nada, ou mesmo aos frades nossos irmãos que estão lá, na Ucrânia, e tentam servir como podem, em uma situação tão difícil.

 

Há muitos exemplos, realmente muitos exemplos, na Ucrânia, ao redor da Ucrânia, na Polônia, na Romênia, muitos exemplos também em outros países europeus de solidariedade com os desfavorecidos; Não vou citá-los todos – aqueles que estão operando sabem - são realmente muitos exemplos de frades, de instituições que se empenham em acolher refugiados, ajudá-los e enviar ajuda.

Eu gostaria de estar no lugar daqueles que estão lá, na frente, dos frades que estão em condições de acolher os refugiados, daqueles que arriscam um pouco de suas vidas para levar ajuda; Eu gostaria de estar lá, parece-me que esse é o caminho mais próximo do modo de ser de Jesus na cruz que não se preocupa consigo mesmo, mas se preocupa com os outros.

De fato, também em nossa vida, devemos ser testemunhas daquilo que nos torna mais felizes: nos torna mais felizes, podendo nos colocar à disposição para o bem dos outros, a começar pelas pequenas coisas, dos serviços em fraternidade, de uma boa preparação da homilia, de colocar-se à disposição das confissões com espírito generoso e não apenas por dever. A nossa disponibilidade abrange  muitas coisas, mas é por meio dessa disposição do Senhor que entramos no serviço e, por meio dessa disponibilidade com todas as nossas energias, encontramos o segredo da felicidade em nossa vida.

 

Irmãos, enquanto fazemos este caminho de aproximação ao mistério da nossa Redenção, vamos todos nós, todos onde estamos, unidos e irmãos, perto de quem ajuda e de quem é gravemente afetado por esta guerra. Coloquemo-nos todos à disposição, oferecendo-nos nós menos aos outros. Encontraremos uma grande comunhão com o Senhor e encontraremos uma grande serenidade de vida: não me resta que desejar que descubramos nesse mistério pascal que a nossa grande felicidade está no dom de si mesmo. 

Saudações irmãos! 

Fr. Roberto Genuin 

Ministro Generale OFMCap

Última modificação em Segunda, 11 Abril 2022 17:51