Ordo Fratrum Minorum Capuccinorum PT

Log in
updated 5:16 PM UTC, Feb 27, 2024

CENEC

Aconteceu entre os dias 1 e 4 de novembro do corrente ano primeira assembleia plenária constitutiva da nova Conferência Capuchinha do Nordeste Europeu (CENEC). Os Ministros Provinciais, os Custódios, os Delegados e os Superiores das presenças capuchinhas, anteriormente organizadas nas duas Conferências para a Europa Oriental (CECOC) e para a Europa Centro-Norte (CENOC), reuniram-se em Tenczyn, perto de Cracóvia, na Polônia. A nova Conferência, denominada CENEC, inclui as províncias de Cracóvia, Alemanha, Irlanda, República Checa, Eslováquia, Suíça e Varsóvia; a custódia da Bielorrússia e da Ucrânia; as delegações da Bulgária, Grã-Bretanha, Suécia, Tirol, Hungria, Viena, bem como Holanda e Bélgica, agrupadas no "Laagen Landen". Há também presenças na Geórgia, Islândia, Letónia, Lituânia e Rússia. Do encontro participaram o Ministro Geral, Frei Roberto Genuin, e o Conselheiro Geral, Frei Piotr Stasiński.

No início, com uma hora de adoração eucarística, houve espaço para colocar todas as questões e decisões nas mãos do Senhor, antes de os trabalhos da Conferência começarem com a acolhida oficial, seguida da eleição do corpo presidencial. Frei Helmut Rakowski, da Província Alemã, foi eleito Presidente da Conferência e Frei Marek Miszczyński, da Província de Cracóvia, foi eleito Vice-Presidente. O segundo passo formalmente importante foi discutir e aprovar o Estatuto da Conferência.

Grande parte dos trabalhos do encontro foi dedicado ao entendimento mútuo com a apresentação detalhada das Circunscrições presentes: o seu contexto social e geográfico e com a descrição das áreas operacionais da nossa presença. Além disso, a generosa hospitalidade dos irmãos em Cracóvia proporcionou oportunidades para estabelecer novos relacionamentos e reencontrar velhos conhecidos, especialmente durante as refeições e atividades recreativas.

Na homilia durante a celebração Eucarística, frei Roberto Genuin, referiu-se à situação do envelhecimento e à diminuição do número de frades na Europa. Convidou os frades a apoiarem-se mutuamente precisamente nesta suposta fraqueza e a trabalharem juntos para desenvolver as perspectivas futuras da presença capuchinha neste continente. No segundo dia, frei Helmut falou também dos desafios que este tempo representa para os frades na Europa, como a situação na Ucrânia, marcada pela guerra que causa sofrimento e transtornos, e que abriu uma brecha na Europa com muitas dificuldades organizativas. Assim como Jesus cura os feridos com o seu toque, também nós somos chamados a aliviar o sofrimento através da nossa proximidade e das nossas relações e assim contribuir para a cura e a paz.

Última modificação em Sexta, 10 Novembro 2023 18:16
Mais nesta categoria: « BICI n. 378 Ratio Formationis »